Vacinas da Covid-19 elevam lucros da Pfizer e da AstraZeneca

As multinacionais que produzem vacinas para combater a Covid-19, como Pfizer e AstraZeneca tiveram lucros no primeiro trimestre de do ano.

A Pfizer teve um faturamento de US$ 14,58 bilhões no período, na comparação com o primeiro trimestre de 2020. Aumento de US$ 10,08 bilhões. Analistas tinham a expectativa de um valor de US$ 13,62 bilhões. Como era de se esperar o resultado se deve também às receitas com a vacina contra covid-19, que totalizaram US$ 3,5 bilhões no período.

A multinacional americana projeta encerrar o ano com US$ 26 bilhões de faturamento obtido com as vendas do imunizante, aumento de US$ 11 bilhões em relação à estimativa anterior. As receitas devem fechar o ano entre US$ 70,5 bilhões e US$ 72,5 bilhões.

A Pfizer prevê ainda lucro entre US$ 3,55 e US$ 3,65 por ação, alta de 45% em relação à previsão anterior. No primeiro trimestre, o lucro líquido cresceu 45% e totalizou US$ 4,9 bilhões.

Já a AstraZeneca dobrou o lucro líquido no primeiro trimestre de 2021. De acordo com a multinacional, a venda da vacina contra a Covid-19 trouxe lucro de somente US$ 275 milhões (4% da receita total).

Segundo seu relatório, no primeiro trimestre de 2021, o lucro líquido total foi de US$ 1,56 bilhões na comparação ao mesmo período do ano passado, quando teve lucro de US$ 780 milhões.

No total, a AstraZeneca ganhou US$ 7,32 bilhões, 15,2% a mais do que no primeiro trimestre de 2020.

Da Redação com informações da Prensa Latina

Leia também:

Covax: OMS denuncia desigualdade na distribuição de vacinas

Artigos Relacionados

B3 lucra R$ 1,25 bi no trimestre, aumento de 22,5%

“As pessoas têm movimentado as suas carteiras em artigos de maior risco, mas quando olhamos mais adiante ainda há incertezas sobre a retomada econômica”....

Andrade Gutierrez diz que irá alienar os papéis da CCR

Os papéis da companhia de infraestrutura CCR puxavam as altas da B3 nesta sexta-feira após a Andrade Gutierrez Participações S.A. (AG Participações) anunciar intenção...

De olho na Eletrobras, setor privado não investe

Ação da estatal vale quase metade do que valia há 11 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Estado do Rio registra 68,8 mil novos MEIs

Alimentação fora do lar foi o segmento com mais abertura de empresas, com 10,4 mil novos microempreendedores.

Volume de vendas do varejo restrito regrediu em março

'Recuo foi acima do esperado por nós (-3,4%) e pelo mercado (-5,1%)', diz Felipe Sichel.

Quase 80% não trabalham totalmente remoto na pandemia

Segundo levantamento sobre adaptação ao modelo de teletrabalho, 49,7% dos entrevistados estiveram na empresa semanalmente.

Tunísia pretende exportar 80 mil toneladas de frutas

País produz pêssegos, nectarinas, damasco, ameixa e estima aumento de 7% na safra de frutas em 2021; grandes importadores são Líbia, França e Itália.

Rio acaba com toque de recolher

Novas medidas têm validade até o dia 20 de maio; medidas podem ser revistas.