Vade retro

Cinqüenta e um por cento dos empresários paulistas não querem saber de empréstimos bancários. O resultado consta de pesquisa realizada pelo Sebrae, em janeiro passado. A principal razão da recusa, apontada por 24% dos entrevistados, não é a falta de necessidade de capital de giro ou para ampliar os negócios, mas a impossibilidade de pagar os salgados juros praticados pelos bancos no governo dos ministros Henrique Meirelles e Antônio Palocci.

Apoio
O secretário estadual de Energia e Petróleo do Rio de Janeiro, Wagner Granja Victer, criticou a postura do Banco Central (BC) em querer “ditar” a política de preços da Petrobras. Na sua opinião, o BC está extrapolando suas funções. Frisou que o BC está sendo usado pelo governo federal como mecanismo para gerar superávit fiscal e atender aos interesses de acionistas minoritários da estatal na Bolsa de Valores de Nova York. “A Petrobras está coberta de razão. Não cabe ao BC querer fazer política de preços de combustível. O Banco Central deveria fazer seu dever de casa, ou seja, caminhar para algo que toda a sociedade brasileira está clamando: a redução da taxa de juros, o que vai gerar mais emprego e renda no Brasil.”

Blim-blom
As vendas diretas tiveram crescimento real de 7,1% (descontado o IPCA) no terceiro trimestre, movimentando R$ 2,5 bilhões, segundo cálculos da associação do setor (Abevd). No acumulado de 2004, até setembro, o faturamento atinge R$ 7 bilhões.
Cerca de 1,3 milhão de pessoas trabalha com vendas diretas. Entre os sócios da Abevd estão peso-pesados como Natura, Avon, Amway, Contém 1G, Hermes e Tupperware.

Anistia
Dizendo-se pPreocupado com “o atual panorama econômico do país, que tem afetado diretamente a situação financeira dos cidadãos”, o prefeito Silvinho Peccioli (PFL), de Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo, propôs anistia de multas e juros para quem quitar IPTU atrasado e regularizar imóveis. O prazo vai até 30 de novembro (IPTU) e 30 de dezembro (imóveis irregulares). A isenção cobre débitos gerados até 2003. Os valores podem ser pagos à vista ou divididos em até quatro parcelas mensais.

Pró-Tailândia
A Tailândia está interessada em investir na produção de álcool de mandioca, com tecnologia brasileira. A meta do país asiático é instalar cinco usinas de álcool. Dentro de 60 a 90 dias, o Brasil deverá receber uma missão empresarial tailandesa, afirmou o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Amido de Mandioca (Abam), João Eduardo Pasquini, que acabou de retornar de visita ao Vietnã e à Tailândia, junto com outros industriais do setor. A Tailândia é o maior produtor mundial de amido de mandioca e, se destinar parte de sua produção para fazer álcool, abrirá espaço para exportações brasileiras de amido de mandioca.

Autismo
Ainda que de forma difusa e sofrendo enormes restrições pelo leque de opções que lhe são impostas pelos partidos, os eleitores que voltam às urnas em 44 cidades enviam recado que não deixa dúvidas: os brasileiros exigem mudanças. Cabe aos partidos estarem à altura dessa demanda ou arcarem com o preço de contribuírem para a instalação da abulia democrática.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAgora pode
Próximo artigoPobres ricos

Artigos Relacionados

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Inflação engorda lucros de bilionários de energia e alimentos

Fortunas dos ricaços desses 2 setores aumentaram US$ 1 bilhão a cada 2 dias desde 2020.

Últimas Notícias

Pré-candidatura de Ceciliano ao Senado ganha apoio na Região Serrana

Prefeito do PSB vira as costas para candidato do partido.

Informalidade atinge 40,1% da população ocupada

Segundo IBGE, desemprego caiu para 9,8%; rendimento fica estável.

Empresas buscam alternativas para captar recursos

Por Luciano Camargo Neves.

Bacen chinês enfatiza importância de apoio financeiro à economia real

O banco central da China disse nesta quarta-feira que irá construir um mecanismo eficaz para fornecer apoio financeiro à economia real.

Ambiente de negócios chinês aumenta confiança de empresas estrangeiras

Os esforços da China no aprimoramento do ambiente de negócios aumentaram a confiança das empresas estrangeiras, fortalecendo as suas determinações em expandir o investimento na China, segundo o Conselho Chinês para Promoção do Comércio Internacional (CCPIT).