VALE

/ 18:13 - 11 de out de 2005

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Crédito como risco menor Standard & Poor"s concede classificação "BBB" em moeda local e estrangeira A Companhia Vale do Rio Doce recebeu classificação "BBB" para o risco de crédito corporativo da empresa em moeda local e estrangeira, pela Standard & Poor"s Rating Services. A elevação da classificação da companhia indica que a agência de qualificação de risco considerou que o crédito da Vale tornou-se menos arriscado e, portanto, mais indicado ao investimento. De acordo a Vale, o risco é visto como moderado, sem elementos especulativos, o equivalente ao grau de investimento. Essa é a primeira vez que a S&P atribui a uma empresa brasileira classificação de risco superior a do risco soberano do país. De acordo com a agência, o aumento na avaliação deve-se, especialmente aos baixos custos de produção e a solidez no perfil financeiro, que apresenta perspectivas favoráveis de crescimento de receitas, a partir da estratégia de diversificação da empresa. Além disso, a Vale ocupa posição de liderança no mercado global de minério de ferro. O diretor-presidente da Vale, Roger Agnelli, afirmou que a avaliação "reforça o reconhecimento do acerto estratégico da Vale, da prudência na condução de seus negócios, e de investimentos voltados para longo prazo e para a geração de valor para acionistas". A S&P é a terceira agência de rating a conferir o grau de investimento à companhia.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor