Vale o escrito?

“Os neoliberais não percebem que saneamento básico é direito social e coletivo e não mercadoria que se adquire (ou não) segundo a lógica do mercado.” A crítica não é da candidata do PSOL à Presidência da República, senadora Heloísa Helena. Consta do programa do presidente Lula para um segundo mandato. Intitulada “Privatização nega saneamento para os mais pobres”, essa parte do documento faz duras críticas à privatização do setor levada a cabo pelo Governo FH: “O neoliberalismo de FHC estimulou pesadamente a privatização na área de saneamento ambiental. E fez isso especialmente por meio do estrangulamento do financiamento ao setor público. Era quase impossível para um governo municipal ou estadual investir em saneamento, tantas eram as exigências.”

No baú
Vale guardar o programa de governo para saber se, Lula for reeleito, prevalecerá o prometido ou a sinalização da equipe econômica de que, resolvida a disputa pela titularidade entre estados e municípios, passará o saneamento para o setor privado, ainda que sob o apelido de parceria público-privada.

Oito vezes
Quando a Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA), do Grupo Tyssen, entrar em operação, irá acrescentar ao PIB do Estado do Rio de Janeiro cerca de US$ 1 bilhão, uma vez que seus produtos terão maior valor agregado na exportação. O cálculo é do secretário de Desenvolvimento Econômico, Maurício Chacur. A tonelada do aço exportado custa cerca de US$ 50, enquanto que as placas serão exportadas por cerca de US$ 400.

Pelo país
O turismo será destaque no Congresso de Comunicação no Serviço Público, que ocorrerá de 12 a 14 de setembro, em Brasília. Caio Luiz de Carvalho, ex-ministro do Esporte e Turismo no Governo Fernando Henrique Cardoso e atual presidente da São Paulo Turismo (SPTur), é um dos convidados especiais do evento. Ele falará sobre “O que o turismo pode fazer pelo país e o que a comunicação pode fazer pelo turismo”. Outras informações pelo telefone (11) 5573-3627 ou no site www.megabrasil.com

Segunda divisão
O presidente Lula estendeu à área econômica o slogan-síntese do seu governo no escândalo do mensalão – “Não sei, não vi nada”. Na véspera de o IBGE divulgar que, nos últimos 12 meses encerrados em julho, o Brasil cresceu apenas 1,7%, Lula afirmou, em entrevista ao Jornal da Globo, que a economia do país “nunca esteve tão bem”. É verdade, que, apesar da retórica, afirmou que o crescimento do Brasil não deveria comparado com qualquer outro país, por ter suas próprias peculiaridades.
É mais ou menos o que os torcedores do Corinthians poderiam alegar para não terem comparada a campanha do time, na zona de rebaixamento, com a do São Paulo, que lidera o Campeonato Brasileiro, com quase 50% mais pontos do que a equipe do presidente.

Frustrações
Confrontado com o fato de que, cerca de oito anos depois da privatização, a telefonia fixa passou de monopólio estatal para privado, Renato Guerreiro, primeiro presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), admitiu que em nenhum país do mundo o setor privado tornou o segmento competitivo. E achou por bem cometer pequena inconfidência: “Não houve falha no modelo, houve algumas frustrações de expectativas”, disse Guerreiro.
Como ele foi um dos principais defensores à época da privatização, a confissão chega com quase dez anos de atraso.

Procura-se
Cláudio Handrey, diretor de O Surto, Corrupcia e Do Jeito que o Diabo Gosta, procura jovens e adultos, com ou sem experiência em teatro, para fazer parte do grupo que em seis meses aprenderá e desfrutará de técnicas da dramaturgia para compor os personagens do espetáculo que acontecerá ao final de seu curso no Espaço Cultural Correia Lima, no Catete (RJ). Mais informações (21) 2557-0346.

Sobe e desce
São aguardadas mudanças nas pesquisas para governador do Rio de Janeiro.

Artigo anteriorFechando o ralo
Próximo artigoMeião
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Empresa pode dar justa causa a quem não se vacinar?

Advogado afirma que companhias são responsáveis pela saúde no ambiente de trabalho.

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

A cabeça do dragão

Por Gustavo Miotti.

Portugueses pedem extensão das moratórias bancárias

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) está pleiteando a prorrogação das moratórias bancárias até 31 de março de 2022”. O...

China libera reservas de metais não ferrosos para reduzir custos

A China disse que continuará a liberar suas reservas estatais de cobre, alumínio e zinco para garantir preços estáveis para as commodities e aliviar...