Vale obtém liminar para retirar índios de ferrovia

A Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) conseguiu uma liminar para desocupar a área da Estrada de Ferro Vitória-Minas (EFVM) interditada pelos índios da comunidade Krenak, na última quinta-feira (01). A ferrovia, que fica no município de Conselheiro Pena, em Minas Gerais, é licenciada para a companhia, que já enfrentou outra invasão indígena recentemente.
A Vale entrou com pedido de reintegração de posse junto à 15ª Vara Federal de Belo Horizonte-MG, que lhe concedeu a liminar favorável. De acordo com comunicado da empresam a policia já foi avisada da decisão judicial “e deverá proceder a pacífica retirada dos invasores”.
O transporte de 3 mil passageiros diários foi interrompido desde a manhã desta quinta-feira, assim como a operação de carga da ferrovia, que de janeiro a setembro deste ano somou 51 bilhões de TKU (toneladas por quilômetro útil) entre minério de ferro e carga geral.
No mês passado, índios da tribo Xikrin ameaçaram invadir as instalações operacionais da Vale em Carajás, no Pará, mas foi possível contornar o impasse após negociações.
A Vale enfatizou em seu comunicado que a linha não passa pela reserva Krenak, e que as reivindicações do grupo não são de competência da empresa, mas sim da União.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Inflação engorda lucros de bilionários de energia e alimentos

Fortunas dos ricaços desses 2 setores aumentaram US$ 1 bilhão a cada 2 dias desde 2020.

Últimas Notícias

Acusações de palhaça e possível ação da CVM fazem ação da TC desabar

Papéis chegaram a recuar mais de 25% no pregão desta quinta-feira.

Aqui, na terra, a coisa está preta

Por Paulo Alonso.

Setor público registrou superavit de R$ 358 bi em 2021

O setor público brasileiro registrou um superavit orçamentário de R$ 358 bilhões em 2021, resultado que deriva dos cerca de R$ 6,3 trilhões em...

Triste realidade

Em cada 4 bairros do Rio, 1 tem milicianos ou traficantes

Pré-candidatura de Ceciliano ao Senado ganha apoio na Região Serrana

Prefeito do PSB vira as costas para candidato do partido.