Vale obtém liminar para retirar índios de ferrovia

40

A Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) conseguiu uma liminar para desocupar a área da Estrada de Ferro Vitória-Minas (EFVM) interditada pelos índios da comunidade Krenak, na última quinta-feira (01). A ferrovia, que fica no município de Conselheiro Pena, em Minas Gerais, é licenciada para a companhia, que já enfrentou outra invasão indígena recentemente.
A Vale entrou com pedido de reintegração de posse junto à 15ª Vara Federal de Belo Horizonte-MG, que lhe concedeu a liminar favorável. De acordo com comunicado da empresam a policia já foi avisada da decisão judicial “e deverá proceder a pacífica retirada dos invasores”.
O transporte de 3 mil passageiros diários foi interrompido desde a manhã desta quinta-feira, assim como a operação de carga da ferrovia, que de janeiro a setembro deste ano somou 51 bilhões de TKU (toneladas por quilômetro útil) entre minério de ferro e carga geral.
No mês passado, índios da tribo Xikrin ameaçaram invadir as instalações operacionais da Vale em Carajás, no Pará, mas foi possível contornar o impasse após negociações.
A Vale enfatizou em seu comunicado que a linha não passa pela reserva Krenak, e que as reivindicações do grupo não são de competência da empresa, mas sim da União.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui