Vale recebe licença para operar mina em Moatize

Maputo – A Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) recebeu licença do governo moçambicano para explorar os campos de carvão de Moatize, conforme anúncio da ministra de Recursos Minerais do país, Esperança Bias.
Com investimento previsto de US$ 1,5 bilhão, o gasto com o projeto ainda pode ser elevado para US$ 2 bilhões, dos quais US$ 170 milhões serão pagos por meio de caixa da própria empresa e o restante via bancos de investimento.
A mina, que está localizada na província de Tete, no Noroeste do país, sofreu grandes danos durante a guerra civil entre 1970 e 1980. Ainda hoje é considerada um dos maiores depósitos não explorados do minério do hemisfério sul, com reservas de 2,5 bilhões de toneladas.
“No passado, Moçambique exportou apenas 1 milhão de toneladas de carvão, mas as primeiras exportações devem crescer para cerca de 8 milhões de toneladas por ano”, estima a ministra Bias.
Com potencial estimado de produção de até 10 milhões de toneladas por ano, o contrato de Moatize tem concessão por um período de 25 anos, com possibilidade de renovação. A previsão é de que a construção das instalações da mina sejam concluídas em 36 meses.

Artigo anteriorSaúde quase 100%
Próximo artigoGinga
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Cortes poupam petroleiras e ‘bolsa refrigerante’

Para liberar auxílio emergencial, governo prejudica setores essenciais.

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

Mirem-se nos exemplos da Shell e da Exxon

Petrobras é fundamental para o desenvolvimento brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Investimento chinês em pesquisa aumentará 7% ao ano até 2025

País divulga 14º Plano Quinquenal; desde 1953, PIB cresceu 1.232 vezes.

FMI: orçamento deve atender direitos das mulheres

No Egito, por exemplo, houve mais recursos para serviços públicos de creche.

Planos registram maior número de beneficiários desde dezembro de 2016

Dados de janeiro foram divulgados hoje pela ANS e confirmam tendência de crescimento no país.

MP-RJ pede júri popular para Flordelis e mais oito réus

Deputada é acusada de mandar matar o marido; 11 réus respondem ao processo, mas o MP pediu para não se pronunciar sobre dois deles.

Payroll de fevereiro surpreendeu positivamente as expectativas

Soma-se às surpresas a revisão no número anterior de 49k para 166k e, principalmente, a criação de vagas no setor privado em 465k.