Várias cidades na China divulgam medidas para estimular o consumo

Com a aproximação do final de ano, várias cidades chinesas lançaram recentemente novas medidas de incentivo ao consumo, como o estímulo de compras de automóveis, promovendo o consumo em área de comércio e emitindo cupons, a fim de consolidar o papel de consumo interno como âncora do crescimento econômico.

Um cliente faz compras em um supermercado em Handan, província de Hebei no norte da China, 9 de junho de 2021. (Foto de Li Hao / Xinhua)

Xinhua - Silk Road

 

BEIJING, 15 Nov (Xinhua) – Com a aproximação do final de ano, várias cidades chinesas lançaram recentemente novas medidas de incentivo ao consumo, como o estímulo de compras de automóveis, promovendo o consumo em área de comércio e emitindo cupons, a fim de consolidar o papel de consumo interno como âncora do crescimento econômico.

Os veículos movidos a nova energia (NEVs) são uma das áreas-chave das medidas adotadas para incentivar o consumo interno. Guangzhou, capital da província de Guangdong, no sul da China, revelou recentemente uma série de ações para estimular o consumo local, que inclui aumentar o número de veículos elétricos para 80.000 no período estipulado de 2021 a 2022. A cidade de Shenzhen, também na província de Guangdong, decidiu relaxar ainda mais as restrições dos pedidos pelos NEVs para encorajar as vendas.

Em Quanzhou, província de Fujian, sudeste da China, os consumidores que compram NEVs no valor de mais de 50.000 yuans receberão subsídios de 5.000 yuans para cada veículo. Para alguns modelos de NEVs da marca nacional Hongqi, os consumidores podem receber subsídios de até 60.000 yuans para cada carro na região da Prefeitura Autônoma da Coreia de Yanbian, província de Jilin, no nordeste da China.

A previsão é que a produção total deste ano de NEVs da China chegue a 2,4 milhões. Mais medidas para impulsionar compra de NEVs devem ser lançadas no início do próximo ano, de acordo com Cui Dongshu, secretário-geral da Associação de Carros Passageiros da China.

Para cidades como Beijing, construir empreendimento voltado ao comércio é uma das chaves para estimular o consumo. O distrito de Chaoyang em Beijing expandirá a área em que concentra as atividades comerciais de Sanlitun e criar mais de dez ruas dedicadas ao setor de comércio. O município de Tianjin, no norte da China, anunciou há pouco tempo, a construção de quatro novos shoppings e duas lojas de experiência off-line de comércio eletrônico transfronteiriço até o final do ano.

Outras cidades estão emitindo e distribuindo cupons de consumo neste mês para promover o consumo. Taiyuan, capital da província de Shanxi, no norte da China, emitiu cupons no valor de 60 milhões de yuans para incrementar as vendas. Xiamen, cidade da província de Fujian, sudeste da China, lançou uma temporada de consumo que durará até 31 de março de 2022, com cupons emitidos no valor de 20 milhões de yuans para apoiar a atividade. Fim

Leia também:

Consumidores chineses fazem festa na maratona de compras

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China toma medida para lidar com a inadimplência da Evergrande

Um passo crucial foi dado para abordar a recente inadimplência da incorporadora imobiliária China Evergrande Group, depois que o governo provincial de Guangdong realizou uma conversa regulatória com seu presidente e concordou em enviar um grupo de trabalho à empresa.

Indústria florestal floresce em Baise de Guangxi excedendo 15 bi yuans

A cidade de Baise, localizada na Região Autônoma Zhuang de Guangxi no sul da China, testemunhou a prosperidade da indústria florestal da cidade desde quando foi aprovada pelo Conselho do Estado para estabelecer uma zona piloto de desenvolvimento crítico e abertura em 2020, resultando em uma produção anual de mais de 15 bilhões de yuans no setor.

Cooperação China-Cingapura cria palcos para talentosos na China

Graças ao aprofundamento da cooperação entre China e Cingapura ao longo dos anos, a metrópole de Chongqing no sudoeste da China atraiu cada vez mais talentosos interdisciplinares a trabalharem juntos por um futuro melhor para os dois países.

Últimas Notícias

Lendas das small caps – market timing, recuperação e liquidez

O Monitor Mercantil publica a segunda parte do trabalho, iniciado no dia 18 de novembro, feito pela Trígono Capital sobre as sete lendas das...

Pesquisa mostra saúde financeira dos brasileiros

O brasileiro está “mais apertado” por conta da pandemia de Covid-19, com 6 em cada 10 pessoas reduzindo gastos neste período. E mais: 66%...

Recorde de retiradas líquidas da poupança: R$ 12,37 bi

O Banco Central (BC) informou, nesta segunda-feira, que as retiradas da caderneta de poupança superaram os depósitos em R$ 12,377 bilhões, em novembro. Essa...

Petrobras poderá se tornar uma empresa suja

A Petrobras anunciou no último dia 24 de novembro seu plano estratégico 2022-2026, com investimentos previstos de US$ 68 bilhões nos próximos 5 anos....

Empresas abertas na pandemia são 452% mais vulneráveis a fraudes

Com a chegada da pandemia e o aumento do desemprego, muitos brasileiros viram no empreendedorismo a oportunidade de conseguir uma renda mensal. A criação...