Vaza Jato comprova mão dos EUA na Lava Jato

Mensagens mostram papel da Suíça, sempre pronta a fazer o que os Estados Unidos mandam, na desnacionalização do pré-sal.

As confissões de Rodrigo Janot, semana passada, acabaram ofuscando denúncias muito mais graves, feitas pela Vaza Jato, sobre a colaboração informal entre autoridades da Suíça e membros da força-tarefa da Lava Jato. O vazamento das mensagens corrobora prática já denunciada por esta coluna em relação à troca de informações entre o Departamento (Ministério) da Justiça dos Estados Unidos, o DoJ, e os procuradores brasileiros, irregularidade admitida pelos norte-americanos e pelo então procurador-geral Janot.

O que as mensagens da Vaza Jato revelam não é apenas mais uma atuação à margem da lei pelos integrantes da Lava Jato. Mostram que a operação foi em boa parte dirigida a partir de interesses de fora. A Suíça continua lavando mais branco e só toma atitudes mais rigorosas quando pressionada, ou por escândalos tipo o Swiss Leaks, ou, mais fortemente, pelos interesses contrariados dos EUA.

Assim, só ingênuos ignorariam que a revelação de informações de empreiteiras e corruptos brasileiros pela Suíça atende aos desejos norte-americanos. Como disse o engenheiro e consultor Osvaldo Nobre, em artigo de 2010, “os que estudam, minimamente, a questão do petróleo mundial sabem que a história da busca deste insumo não prima pela ética e, ao contrário, constitui-se um jogo pesado em que invasões, apropriações e assassinatos foram e são ainda eventos corriqueiros.” E mais: “Não se pode esquecer que dentre os interesses vitais dos EUA estão, entre outros, (…) evitar que países potencialmente hegemônicos se desenvolvam.”

 

Tecnologia e privatização

Ildo Sauer, Roberto D’Araujo, Luiz Pinguelli Rosa, Esther Dweck e Luiz Eduardo Duque Dutra debaterão “O Impacto Tecnológico da Privatização do Setor de Energia” nesta quarta-feira, na Coppe, Bloco G, sala 122 (Ilha do Fundão, RJ), a partir de 10h. A realização é da AdUFRJ.

 

Pequenas e grandes

A Questor, provedora de soluções tecnológicas voltadas à área de contabilidade fiscal, especialmente para pequenas e médias empresas, mira agora o mercado de grandes e médias organizações. Com isso, espera atingir faturamento de R$ 84 milhões em 2020.

 

Augusto ‘Signatário’ Aras

A Secretaria de Comunicação da Presidência da República convida para o evento “Cerimônia de Posse do Signatário no Cargo de Procurador-Geral da República”. Fica no ar a dúvida se “Signatário” é um posto da administração pública ou o nome do novo PGR.

A mensagem faz lembrar entrevista do jornalista Maurício Menezes na Arquidiocese do Rio de Janeiro. Ele foi apresentado a Adionel Carlos da Cunha. Sem saber o que perguntar, tascou: “O senhor é adionel há quanto tempo?” Sem entender, Adionel – o nome próprio do jornalista e assessor da Arquidiocese – respondeu: “Desde que nasci”.

A história é contada pelo próprio Maurício Menezes no impagável show Plantão de Notícias, que volta e meia está em cartaz, pode ser encontrado no YouTube e também virou livro, lançado no final do ano passado.

 

Papéis trocados

Como ficam os bolsominions, que pedem o impeachment de Gilmar Mendes, após o ministro do Supremo suspender processos contra Flávio “Queiroz” Bolsonaro? E como ficam os petistas e defensores do Lula Livre, agora que Lula não quer sair da prisão?

 

Rápidas

Neste sábado, acontece o “Seminário Cozinha do Amanhã”, no auditório do Museu do Amanhã. Inscrições até o dia 4 em sympla.com.br/seminario–cozinha-do-amanha__647540 *** Em outubro, o Sesc São Paulo realiza “Tecnologias e Artes em Rede: Tecnologias Negras”, que reúne artistas, cientistas, criadores, mestres populares e pesquisadores negros e negras. Programação em sescsp.org.br/avenidapaulista *** Luís Carlos de Carvalho Silva fará a palestra “Edith Stein e a organização do Estado”, no Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), no Centro do Rio, nesta quarta-feira. Após a exposição, haverá debate e o lançamento do livro Edith Stein – João da Cruz – Teologia e sociedade, de autoria de Carvalhio Silva. Mais informações em iabnacional.org.br *** Jornalista da Forbes norte-americana e autor do best-seller BI.LIO.NÁR.RIOS, Ricardo Geromel palestrará no SRE Preview 2019, nesta quinta, no Jockey Club. Ele falará sobre a Nova China *** Até sexta-feira acontece em São Paulo o XXIII Congresso Ibero-Americano de Direito e Informática (Cidi). Informações e inscrições: aasp.org.br

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Guedes esperava muito da educação

Setor educacional prometeu, mas ainda não cumpriu.

Petrobras também foi ao mercado em Londres

Estatal criou subsidiária na década de 80 para atuar nas Bolsas.

Petroleiras ganham dinheiro no mercado, não com produção

Desde a década de 1980, companhias viraram empresas financeiras.

Últimas Notícias

Câmara rejeita ‘PL antiterrorismo’

A Câmara dos Deputados rejeitou nesta quarta-feira a urgência para votar o Projeto de Lei (1595/19) que cria uma polícia política que permite ao...

Programa AceleraD’Or de Mentoria entra em fase decisiva

Em fase decisiva para a escolha das 10 empresas participantes do projeto, o Programa AceleraD’Or de Mentoria, patrocinado pela D’Or Consultoria, teve repercussão positiva...

Aconseg-RJ mostra um 2022 promissor para as assessorias

Em reportagem especial da edição, os executivos confirmam a rápida resposta do setor e sua adequação aos tempos de desafios que foram superados com...

Inovação em Seguros concederá NFTs a vencedores

Uma das novidades do Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros, promovido pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), será a concessão...

Anbima projeta taxa de juros em 11,75% em 2022

A taxa de juros deve voltar a dois dígitos no início do próximo ano e chegar em 11,75% no mês de maio, de acordo...