VEs chineses, queridinhos entre os consumidores israelenses

Com excelente desempenho e preço razoável, os veículos elétricos (EV, sigla em inglês) chineses foram favorecidos entre os consumidores desde que essas marcas entraram no mercado automotivo israelense.

Pessoas visitam uma concessionária que vende carros elétricos fabricados pela chinesa Geely Auto em Tel Aviv, Israel, em 10 de novembro de 2021. A montadora chinesa Geely Auto Group começou a vender carros elétricos em Israel por meio da concessionária israelense Union Group. (Foto de Gil Cohen Magen/Xinhua)

Xinhua - Silk Road

 

Beijing, 12 jul (Xinhua) — Com excelente desempenho e preço razoável, os veículos elétricos (EV, sigla em inglês) chineses foram favorecidos entre os consumidores desde que essas marcas entraram no mercado automotivo israelense.

O plano da autoridade de energia israelense apresentou grandes oportunidades para as montadoras elétricas chinesas, pois este impede carros movidos a gasolina e diesel até 2030 e só permite a importação de carros elétricos ou movidos a gás natural.

Nesse contexto, muitas marcas chinesas de veículos elétricos floresceram no mercado israelense nos últimos anos. Geely é um deles. O Geely Geomertry C EV foi bem aceito por consumidores locais assim que foi apresentado no mercado israelense. No primeiro semestre deste ano, o modelo mencionado conquistou uma participação de mercado de 22%, e foi premiado na categoria “Melhor Compra do Ano” de 2022, nomeada pela maior revista automóvel de Israel “Auto”.

“O Geely Geomertry C EV permite que as pessoas atravessem o país graças à sua autonomia de 460 km com uma única carga”, disse um jornal local.

Além da Geely, existem cerca de 10 montadoras chinesas que estão vendendo ou vão entrar no mercado de veículos elétricos em Israel, de acordo com uma mídia israelense de finanças.

A marca chinesa de automóveis de luxo Hongqi também expandiu sua presença global em Israel, com seu modelo Hongqi E-HS9 EV começando a vender no país em abril e seu primeiro showroom aberto na cidade de Tel Aviv, no centro de Israel, em junho.

Um homem vê o SUV chinês elétrico inteligente Hongqi E-HS9 em Tel Aviv, Israel, em 14 de abril de 2022. A montadora chinesa FAW Car começou a vender carros elétricos de luxo Hongqi em Israel, segundo a concessionária de importação israelense Samelet Group. (Foto de Gil Cohen Magen/Xinhua)

Tomer Hadar, editor automotivo do Calcalist, o maior jornal de Israel focado em finanças, disse à Xinhua que o governo israelense espera aumentar a participação dos veículos elétricos no mercado automotivo dos atuais 3% para 50% futuramente.

“As marcas chinesas de veículos elétricos ganharam um grande mercado e se firmaram em Israel”, disse Hadar, acrescentando que nos próximos dois a três anos, haverá mais marcas chinesas entrando no mercado automotivo israelense. Fim

Leia também:

China e Argentina concordam em fortalecer cooperação do Cinturão&Rota

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Investidores favorecem ETFs médicos em meio a flutuações de mercado

As ações dos fundos negociados em bolsa (ETFs) médicos da China se recuperaram recentemente a favor da compra dos investidores, apesar do seu desempenho fraco em geral, informou Xinhua Finance nesta quarta-feira.

Baidu da China operará taxis autônomos em duas cidades

A gigante chinesa de tecnologia Baidu obteve a permissão para operar comercialmente táxis totalmente autônomos em vias públicas nas cidades de Wuhan e Chongqing.

SF Supply Chain fortalece a cooperação com o Grupo Michelin

A SF Supply Chain, o provedor líder de serviços de cadeia de suprimentos na China, anunciou recentemente que fornecerá soluções integradas e inovadoras de cadeia de suprimentos ao fabricante francês de pneus, Michelin Group, para fortalecer ainda mais a cooperação de cinco anos entre os dois lados, informou o comnews.cn nesta terça-feira.

Últimas Notícias

Burocracia bancária faz sete em cada 10 brasileiros perderem dinheiro

Já Pix alcança o segundo lugar no ranking de meios de pagamento aceitos pelo comércio eletrônico.

‘Americano’?

Por Eduardo Marinho.

Jô Soares, eterno em nossos corações e mentes

Por Paulo Alonso.

Microcrédito para taxistas será votado na terça

Projeto de André Ceciliano abre linha de até R$ 80 mil para renovar frota.

Safra de grãos deve ser de 271,4 milhões de t em 2021/22

Levantamento é da Conab; já queda nas safras leva à retração da Região Sul no primeiro trimestre.