Via Brasil MT 320 faz primeira emissão de debêntures

A operação, de R$ 135 milhões, será realizada em série única.

A Fitch Ratings atribuiu esta semana Rating Nacional de Longo Prazo ‘AA (exp)(bra)’ à proposta da primeira emissão de debêntures da Via Brasil MT 320 Concessionária de Rodovias S.A. A operação será realizada em série única, em montante total de R$ 135 milhões com vencimento em 2036. A Perspectiva do rating é estável. A Via Brasil MT-320 conecta a região noroeste do Mato Grosso a algumas das cidades mais importantes do estado, Colíder e Sinop.

A concessão foi licitada em 2018 pelo governo de Mato Grosso, através da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), e possui prazo de trinta anos, com vencimento em abril de 2049. Após a conclusão dos trabalhos iniciais, a Via Brasil MT 320 começou a arrecadação de pedágios, em outubro de 2020, em três praças de pedágio.

 

Emissão

A primeira emissão de debêntures será utilizada para financiar os investimentos da concessão. A emissão será atualizada monetariamente pela variação acumulada do por Índice de Preços ao Consumidor – Amplo (IPCA) mais juros remuneratórios a serem definidos em processo de bookbuilding. A remuneração dos juros será paga semestralmente a partir de dezembro de 2021, e a amortização do principal ocorrerá também em parcelas semestrais, começando em junho de 2022.

Conforme relatório da Fitch, o rating reflete o perfil da rodovia MT-320. Dos veículos que passam pela rodovia, 60% são pesados e transportam a produção agrícola e pecuária da região Centro-Oeste aos principais portos do Brasil. A concorrência é moderada, pois as rotas alternativas atualmente não são asfaltadas. Os investimentos a serem realizados são de baixa complexidade e mais relevantes até 2027.

As debêntures serão a única dívida do projeto, sêniores, totalmente amortizáveis e indexadas ao IPCA. Terão ainda uma conta reserva do serviço da dívida (DSRA) de seis meses, a ser preenchida com fluxo de caixa. A emissão contará com garantias reais do projeto e restringe a distribuição de dividendos até a conclusão do primeiro e do segundo ciclos de investimentos, esperada para 2029. Após este ano, a distribuição estará sujeita a cumprimento de covenants financeiros no exercício anterior, estabelecidos em níveis adequados. A emissão conta com um forte pacote de garantias.

 

Distribuição de dividendos

Devido à restrição de distribuir dividendos até 2029, a Fitch avalia o projeto sob a perspectiva do Índice de Cobertura de Vida do Empréstimo (Loan Life Coverage Ratio – LLCR) até o completion financeiro, com mínimo de 1,34 vez em 2025, no cenário de rating. A partir de 2030, o emissor apresenta métricas de cobertura estáveis, com Índices de Cobertura do Serviço da Dívida (DSCR) mínimo e médio de 1,36 vez e 1,38 vez, respectivamente.

Estas métricas são condizentes com ratings superiores, conforme metodologia da agência. No entanto, o rating está limitado a ‘AA (bra)’ devido ao breakeven de tráfego de 13%, calculado sobre o cenário base, que é considerado fraco quando comparado ao histórico de tráfego de outras rodovias pedageadas no Brasil. O contrato de concessão contempla mecanismos de reajuste tarifário anual que permitem o repasse do IPCA. O histórico de reajustes é limitado, disse o relatório da Fitch.

Artigos Relacionados

Ações da ClearSale valorizam mais de 20% na estreia na B3

A ClearSale (ticker CLSA3) concluiu nesta sexta-feira a sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas...

Previsão para dólar vai de R$ 4,80 a R$ 5,45

Moeda norte-americana subiu 4,7% em julho; Bolsa caiu 3,9%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado de TI é alavancado pela pandemia

Tetris IT, empresa que desenvolve projetos de inovação digital, cresceu 300% em 2020.

Ações da ClearSale valorizam mais de 20% na estreia na B3

A ClearSale (ticker CLSA3) concluiu nesta sexta-feira a sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas...

Edital da Oferta Permanente inclui 377 blocos

A Agência Nacional de Petróleo e Gás Natural (ANP) publicou nesta sexta-feira nova versão do edital da Oferta Permanente, com a inclusão de 377...

Multa de R$ 500 mil para ‘fake’ sobre eleição

Uma multa de R$ 500 mil, caso repita as manifestações que questionem os últimos pleitos presidenciais realizados no país, faz parte uma ação que...

Bacia de Campos recua com redução drástica de investimentos

A Bacia de Campos, atualmente a segunda maior região produtora de petróleo do Brasil, registrou em junho a sua menor produção média dos últimos...