30.1 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, janeiro 15, 2021

Violência seletiva

O Ex-blog de Cesar Maia, prefeito do Rio de Janeiro, lança dúvidas sobre a queda na violência nas grandes cidades colombianas. “Em Bogotá fala-se de um índice de menos de 20 homicídios por 100 mil habitantes; em Medellín, de 28.” Segundo Maia, “o esperado sempre é que qualquer país – em média – tenha uma taxa de homicídios menor que o de suas grandes cidades”. Na Colômbia, porém, a taxa média de homicídios dolosos é de 37 por 100 mil habitantes, muito superior à de suas principais cidades. “Ninguém tem dúvida do sucesso na Colômbia da luta contra a criminalidade”, continua o Ex-blog, mas “seria interessante saber onde e porque isso ocorre, ou seja as cidades do interior terem taxas de homicídios dolosos maiores que as grandes cidades”.

Maquiladoras
Apesar da construção de fábricas após a criação do Nafta, o número de empregos no setor de manufatura mexicano declinou de 4,1 milhões, em 2000, para 3,5 milhões, em 2004, calcula Robert A. Blecker, economista da American University, ao analisar o impacto da área de livre comércio que reúne, além do México, Estados Unidos e Canadá. Com o desaparecimento de empregos mais qualificados, os salários foram ladeira abaixo, incentivando a migração para os EUA. Esses fatos são relatados por Louis Uchitelle, no artigo “Nafta Should Have Stopped Illegal Immigration, Right?” (O Nafta deveria ter acabado com a imigração ilegal, certo?), publicado no The New York Times no domingo de Carnaval.
A migração mexicana para o eldorado estadunidense subiu de menos de 400 mil, no início dos anos 90, para 500 mil anualmente; 80% a 85% dos que atravessam a fronteira do Rio Grande são ilegais.

Oposição
Pela primeira vez em 21 anos haverá disputa pela presidência da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq/Sindimaq). O empresário Luiz Aubert Neto encabeça a chapa de oposição (Inovabimaq). Ele afirma que o objetivo é modernizar a entidade e torná-la mais atuante no cenário econômico nacional e mundial.

Imenso pessimismo
Os portugueses são os mais insatisfeitos com o trabalho e estão entre os mais preocupados com o desemprego, a evolução do custo de vida e com a qualidade dos serviços de saúde entre os europeus. Estas são algumas das conclusões de pesquisa realizada nos 27 Estados-membros da União Européia.
Os resultados do Eurobarometro colocam Portugal no 16º lugar, entre 27, da tabela da felicidade. O povo que se diz mais feliz é o dinamarquês, seguido pelos holandês e pelo belga. Confirmando a falta de otimismo portuguesa, só 18% acreditam numa melhoria da situação financeira de sua família e apenas 12% antecipam uma melhoria da situação econômica e do emprego no país.

Doença
O Sindicato dos Bancários do Rio vai realizar, nesta quarta-feira, protesto contra a falta de uma política de prevenção às LER/Dort nos bancos e contra os peritos do INSS, que, muitas vezes dão altas classificadas de “indevidas”. O ato público será às 11h30, em frente à perícia do INSS (Av. Pres. Vargas, 418, Centro).

Beleza
Búzios vai sediar esta semana, de quinta a sábado, a 3ª Jornada de Cirurgia Plástica, que será realizada no Centro de Convenções do Hotel Pérola Búzios. O chairman do evento é o Dr. Farid Hakme e o coordenador cientifico, o Dr. Paulo Roberto Leal.

Milícias de Copacabana
Alô, governador Sérgio Cabral! Um grupo de seguranças, contratado por dois ou três comerciantes e instalado na esquina das ruas Barata Ribeiro e Constante Ramos, em Copacabana, decidiu intimidar lojistas que não colaboram com a folha de pagamento dos seus integrantes. As ações intimidatórias se estendem aos clientes dos comerciantes não-colaboracionistas. Embora andem armados, há cerca de um mês, quando um prolongado tiroteio no bairro entre policiais e assaltantes se estendeu até o ponto dos milicianos, a valentia, porém, escafedeu-se.

Artigo anteriorUpgrade
Próximo artigoPaz dos cassinos
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.

Vendas no varejo surpreenderam negativamente

Surpresa foi tanto no quesito restrito (-0,1%) e no quesito ampliado (+0,6%).

Freio de arrumação

Sabe quando o ônibus está lotado e o motorista pisa fundo no freio? Logo abre espaço para mais gente entrar.

Lewandowski assume tarefa do ministro da Saúde

Supremo quer saber dos estados estoque real de agulhas e seringas.