Viúvas

Na emocionada resposta que deu à grosseira interpelação do líder do DEM no Senado, Agripino Maia, que a acusou de ter mentido sob tortura ao ser presa pela ditadura, a ministra da Casa Civil, Dilma Houssef, esqueceu apenas de um pequeno, porém, indispensável, acréscimo: “Quem era o partido dos torturadores da época?”

E quem…?
A nostalgia da ditadura demonstrada pelo senador do DEM lembrou histórico diálogo entre os então candidatos do PDT e PTB ao Governo do Estado do Rio de Janeiro, em 1982, respectivamente, Leonel Brizola e Sandra Cavalcanti. Acusado pela adversária de ter fugido do país, enquanto correligionários eram mortos, presos e torturados, Brizola respondeu acusando de bate-pronto: “E quem matou? Quem prendeu? Que torturou?”
Apoiadora de primeira hora do golpe, Sandra ficou lívida, amargando um longo e cúmplice silêncio. Começava ali a derrocada da sua candidatura, que terminou num humilhante quarto lugar, depois de meses sendo incensada pelos institutos de opinião como líder das pesquisas com até 60% das intenções de voto.

Base carioca
A Procter & Gamble vai usar o Rio de Janeiro como plataforma para expansão dos negócios no Brasil e na América Latina. A multinacional norte-americana opera no Brasil há 20 anos, contando atualmente com fábricas em Manaus (AM), Louveira (SP), São Paulo (SP) e Simões Filho (BA), empregando mais de 3 mil pessoas.

Coração aberto
Nesta quinta-feira, o Pró Criança Cardíaca vai expor seus produtos no bazar do Clube Paissandu (Av. Afrânio de Melo Franco, 330, Leblon – RJ). A entrada é um quilo de alimento não perecível e o bazar funcionará das 11h às 18h. O Pró Criança venderá, além dos produtos com sua marca, roupas de grifes como Folic e Mercado Infantil. Toda a renda arrecadada será destinada à construção do Hospital Pró Criança, voltado para crianças carentes com doenças no coração.

Fábrica fechada
O feriado de São Jorge pode ser o último a ter sido criado no Rio de Janeiro. A Assembléia Legislativa aprovou em primeira discussão projeto de lei que proíbe novos feriados no estado. O projeto, de autoria do deputado João Pedro (DEM), visa a impedir “a criação de mais um dia não-útil” que gerariam perdas superiores a “R$ 500 milhões”. O projeto voltará ao plenário da Alerj, ainda sem data marcada.

“Liberta”
O projeto do Ministério da Educação que pretende mudar a repartição dos recursos do chamado Sistema S (Senai, Senac etc.) é “uma ação intervencionista que se baseia em premissas falsas para tentar remanejar verba para uma função que deveria ser papel de governos”, criticou o presidente da Fecomércio-RJ, Orlando Diniz. A entidade foi homenageada com a mais importante comenda do Poder Legislativo do Estado do Rio, a Medalha Tiradentes, na noite de terça-feira.
O projeto do MEC prevê que as entidades usem o dinheiro da contribuição social das empresas somente para oferecer cursos técnicos gratuitos a jovens que tenham freqüentado escola pública ou colégio particular como bolsista integral.

Exposição
Em parceria com a LBV, a Embaixada de Israel no Brasil traz para o Rio de Janeiro a exposição A Fonte: Diversidade Religiosa em Israel. Retratando as várias crenças nascidas no país, a mostra fotográfica retrata 30 marcos de uma rota histórica e religiosa, como templos, mesquitas, sinagogas, igrejas e outros lugares santos em Israel. A abertura será nesta sexta-feira, às 16h, na Galeria Manuel Bandeira, na Academia Brasileira de Letras (Av. Presidente Wilson, 231, Centro – Rio de Janeiro/RJ). A exposição será encerrada em 30 de maio e pode ser visitada das 10h às 18h. Mais informações: (21) 2516-4484.

Pezão na UVA
O vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, participa de debate sobre o PAC em comunidades carentes nesta quinta-feira, na Universidade Veiga de Almeida (UVA), às 19h30. Um dos objetivos do encontro é discutir como a engenharia e a arquitetura podem ser socialmente responsáveis, contribuindo para a redução das desigualdades sociais. Mais informações em www.uva.br

Marcos de Oliveira e Sérgio Souto

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTribunal
Próximo artigoChoque de realidade

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Receita: brasileiros movimentaram R$ 127 bi em criptomoedas em 2020

O subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Jonathan de Oliveira, disse, nesta quarta-feira em audiência na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara...

Elevar Selic para 7,75% será eficaz no combate à inflação?

Analistas prevêem taxa de 11% em maio de 2022.

Carteira da massa falida do Banco Cruzeiro do Sul

Por Antonio Pietrobelli.

Vencimento de título corrigido pela Selic puxa queda da Dívida Pública

O vencimento de mais de R$ 200 bilhões em títulos públicos vinculados à taxa Selic (juros básicos da economia) fez a Dívida Pública Federal...

Quase 80% pretendem fazer compras no período da Black Friday

Varejo eletrônico gasta mais com publicidade para a data do que para o Natal.