Votação do veto orçamentário é adiado para esta quarta

Manutenção do veto de Bolsonaro ao orçamento impositivo deve ser confirmada.

Política / 23:21 - 3 de mar de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, decidiu após reunião com lideranças do Senado e da Câmara nesta terça-feira, adiar a votação do veto parcial do presidente Jair Bolsonaro ao projeto de lei do Congresso (PLN 51/2019) que trata do orçamento impositivo na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020. A sessão do Congresso foi suspensa por Davi e será retomada às 14h desta quarta-feira, quando os parlamentares devem dar continuidade à votação dos vetos. 

A manutenção do veto de Bolsonaro ao orçamento impositivo deve ser confirmada, já que houve amplo acordo entre Executivo e Legislativo nesse sentido, que contou com a apresentação, na tarde desta terça-feira, pela Presidência da República, de três projetos de lei (PLNs 2, 3 e 4) que regulamentam o orçamento impositivo na LDO e na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020.

Atualmente, as emendas individuais de deputados e senadores ao Orçamento já são impositivas, ou seja, têm preferência para serem executadas. As informações são da Agência Senado.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor