Voz de Bush

Como parte do projeto de ocupação do Iraque, o governo Bush acaba de iniciar as transmissões em árabe de uma televisão por satélite. O público-alvo são os mulçumanos, que compõem a maioria da população do país. Os programas são feitos no estúdio da Grace Digital Media, controlada pela milionária Cheryl Reagan, uma cristã fundamentalista, alinhada com a assessoria que cerca Bush. O objetivo é tentar minimizar a influência da Al-Jazeera num momento em que cresce o sentimento antinorte-americano no Oriente Médio.

Meio líder
A renúncia à renúncia em tempo recorde não encobre o mais relevante no episódio envolvendo a bancada do PT no Senado. Desde ontem, quando oito dos 14 senadores do partido assinaram manifesto contra tentativa da cúpula partidária de interditar o debate interno, o senador Tião Viana não é mais o líder petista no Senado de fato. No máximo, meio líder.

Deserção
No dia 7 esta coluna publicou número, divulgado por uma feira de segurança realizada em São Paulo, que estimava em 500 mil o exército de seguranças particulares regulamentados no país. Dados do IBGE, porém, estimam que o segmento de  serviços de investigação, vigilância e segurança emprega 352 mil pessoas, em 2.580 empresas que obtiveram R$ 5,6 bilhões em receita operacional líquida, um aumento real de 1,6% no período da Pesquisa Anual de Serviços do IBGE (entre 2000 e 2001).

Realidade
O Rio de Janeiro vai ganhar uma pesquisa de emprego nos moldes da que é feita pelo Seade/Dieese em São Paulo. Esta é a intenção da Fundação Cide (Centro de Informações e Dados), do governo fluminense. A região metropolitana do Rio é uma das poucas a não contar com essa pesquisa, já feita em Belo Horizonte e Salvador, por exemplo, com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalho (FAT).

Verde
A cidade de Cabo Frio, na turística Região dos Lagos, perdeu 30% de sua cobertura vegetal da década de 60 até o ano 2000. Outras cidades que seguiram o mesmo caminho foram as do Norte fluminense, por conta da urbanização com a exploração de petróleo. Já o Sul do Estado do Rio viu suas matas se expandirem, com o abandono de plantações e o crescimento do turismo ecológico. Esses e muitos outros dados estão no IQM – Verde II, o Índice de Qualidade dos Municípios – Cobertura Vegetal, que a Fundação Cide lança dia 22 na Bienal do Livro, no Riocentro.

Lições francesas
Durante sua participação na reunião do G-8 na França, o presidente Lula poderia se aconselhar com o ex-presidente Leonel Jospin – a quem apoiou nas últimas eleições – sobre os efeitos da redução de direitos previdenciários no capital eleitoral dos políticos. Em 1995, Jospin foi eleito pelo Partido Socialista Francês (PSB) numa campanha de menos de dois meses, graças ao repúdio dos franceses ao desmonte da Previdência Social intentado pelos conservadores. Suas concessões às “reformas” que criticara, porém, levaram-no a ser apeado do poder sem sequer ir ao segundo turno. Lula poderá ainda observar a erosão do prestígio conquistado por Jacques Chirac por sua oposição à invasão do Iraque. Os cerca de 2 milhões de franceses que foram às ruas, na greve de terça-feira, são um sinal de que a história não se repete apenas como farsa.

Origem
“Do pó viemos, ao pó retornaremos”. Pelo menos é o que diz o livro sagrado sobre a origem da raça humana. Essas e outras questões sobre o homem e genealogia serão tratadas pelo professor e membro da Associação Brasileira de Pesquisa Histórica e Genealógica Carlos Barata, no próximo dia 20, no Instituto Dannemann Siemsen, no Rio. Informações pelo telefone (21) 2237-8803.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPernas para que te quero
Próximo artigoVoz das ruas

Artigos Relacionados

Falta de servidores traz prejuízo, inclusive financeiro

Fila de segurados no INSS vai engrossar precatórios em R$ 11 bilhões.

Desmonte do Estado se dá pelas beiradas

Miçangas e espelhos empurram reformas administrativas nos municípios.

O que vale pros precatórios vale pra dívida interna?

Se calotes são defensáveis, poderiam ser estendidos para os títulos públicos.

Últimas Notícias

Distribuição comercial: quais cláusulas e condições mais importantes?

Por Marina Rossit Timm e Letícia Fontes Lage.

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...