33.1 C
Rio de Janeiro
sábado, janeiro 16, 2021

Vôo cego

Sem perder tempo, hackers criaram um e-mail fraudulento dirigido a usuários brasileiros, com supostas fotos do recente desastre do Gol Airlines Boeing 737. Na verdade, quem clicar no link que vem na mensagem é levado a um site que infecta o computador do usuário com um vírus, o Trojan, para tentar roubar as senhas bancárias. A denúncia é da empresa especializada em segurança virtual Websense.

“Alagoiás”
Ao fazer uma resumida exegese do cipoal de erros dos institutos de pesquisas eleitorais este ano, esta coluna fez uma aloprada fusão entre Goiás e Alagoas, “elegendo” Teotônio Vilela Filho (PSDB) para governador do primeiro, embora ele tenha concorrido pelo estado nordestino. Sua eleição sem necessidade de segundo turno contrariou o “voto Ibope”, que garantia o governo de Alagoas a João Lyra (PTB), no primeiro turno.

Difícil de esquecer
Ao retificar o erro, a coluna aproveita para reafirmar que Goiás foi um dos três estados – Bahia e Alagoas foram os outros – em que o Ibope apontou como vencedor já no primeiro turno um candidato que sequer foi ao segundo turno. Ou, mesmo indo, não obteve nas urnas o primeiro lugar que o instituto lhe era assegurava peremptoriamente em pesquisas divulgadas em 24 de setembro, a apenas três semanas das eleições. Em Goiás, o primeiro colocado das urnas foi Alcides Rodrigues (PP), que, no voto virtual do Ibope, tinha cerca da metade das intenções de votos de Maguito Vilela (PMDB).

E sem camisinha!
O Ministério da Saúde deixou de enviar preservativos para a Prefeitura do Rio de Janeiro. Com isso, a Secretaria municipal de Saúde do Rio afirma que, com seu estoque em profundo viés de baixa, parou de distribuir camisinhas para eventos socioculturais, como desfiles de blocos. Segundo a secretaria, o ministério só deve normalizar a distribuição após o segundo turno das eleições. ONGs ligadas à área de saúde confirmam que a entrega de preservativos está suspensa. Em outras palavras, se depender da conexão Brasília-Rio, camisinha só em novembro.

Não Malufamos
Embora tenha acertado na previsão de que Paulo Maluf seria o deputado mais votado do país, esta coluna superfaturou em 2,3 milhões os votos que Maluf teria. Abertas as urnas, Maluf teve cerca de 700 mil votos e não os 3 milhões previstos por nossas fontes e aqui publicados.

Natal
Teve início, em todo o Brasil, a mobilização pela Campanha Natal Permanente da Legião da Boa Vontade (LBV), com o tema “Jesus, o Pão Nosso de cada dia!”. A meta é arrecadar 400 toneladas de alimentos não perecíveis, que serão distribuídos às famílias atendidas ao longo do ano pela LBV. Participam da campanha, entre outros, o cantor Simoninha, os atores Giácomo Pinotti, Rafaela Romolo e Silvio Luiz, a apresentadora de TV Solange Frazão, o grupo musical Inimigos da HP, entre outros. Quem quiser colaborar pode entrar em contato pelo telefone 0800-214214 ou acessar o site www.lbv.org.br

Metas
Barueri, no Estado de São Paulo, quer ser um dos primeiros municípios do mundo a atingir os 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (o prazo estabelecido pela ONU para cumprimento das metas é até 2015). Entre as ações desenvolvidas pelo município, está um projeto habitacional que deverá entregar casas avaliadas em R$ 75 mil para cerca de 100 famílias do bairro mais carente da cidade, o Parque Imperial. Para o prefeito Rubens Furlan, o prazo da ONU é muito extenso, enquanto as carências da população são urgentes: “Decidimos antecipar este prazo. Isso não só é possível como é socialmente necessário”, afirma o prefeito.

Segundo turno
Quem terá mais razão em suas acusações ao seu adversário: o presidente Lula (PT) ou o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB)? E se ambos estiverem certos?

Artigo anteriorCortando gordura
Próximo artigoTirando a mesa
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.