Witzel confirma vigência do isolamento

Já o prefeito Crivella anunciou em seu Twitter que vai começar a flexibilizar a quarentena a partir desta sexta-feira.

Rio de Janeiro / 23:36 - 25 de mar de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse que o isolamento da população está mantido no estado. A declaração foi feita em coletiva no Palácio Guanabara, sede do executivo, após a reunião por meio digital com o presidente Jair Bolsonaro, que estava em Brasília, e com governadores da Região Sudeste. Ele pediu que no momento as pessoas fiquem em casa e continuem seguindo as medidas restritivas de circulação, porque somente assim, os mais velhos serão preservados.

A orientação do governador contrasta com o pronunciamento feito na terça-feira à noite pelo presidente Bolsonaro. Witzel ponderou, no entanto, que como foi magistrado, sempre pautado em opiniões de especialistas, não caberia a ele abrir respeitosamente a divergência.

“Espero que o presidente continue mantendo o diálogo e dando abertura para que os governadores falem de forma respeitosa aquilo que entendemos ser pertinentes. No momento não há espaço para abertura do confinamento e muito menos de afrouxamento das medidas que tomamos.”

Witzel descartou também na coletiva divergências entre o estado e o município do Rio de Janeiro. Pela manhã, o prefeito Marcelo Crivella (PRB) anunciou em seu Twitter que “a partir desta sexta-feira, começaremos a abrir, aos poucos, alguns comércios, como lojas de material de construção e lojas de conveniência (postos de gasolina). Mas vamos conscientizar a população de que não poderá haver aglomeração.”

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor