Xi e Biden abrem negociações para evitar nova guerra fria

148
Xi Jinping encontra Joe Biden em Bali (foto de Ju Peng, Xinhua)
Xi Jinping encontra Joe Biden em Bali (foto de Ju Peng, Xinhua)

Os presidentes da China, Xi Jinping, e dos EUA, Joe Biden, tiveram uma reunião nesta segunda-feira na Indonésia, antes da reunião do G20, sobre questões de importância estratégica nas relações entre os dois países e sobre as principais questões globais e regionais.

Biden disse que “acredita absolutamente” que uma nova guerra fria com a China pode ser evitada. “Vamos competir vigorosamente, mas não procuro conflito. Estou procurando gerenciar esta competição com responsabilidade. Quero garantir que todos os países cumpram as regras internacionais.”

Xi apontou que o estado atual das relações China–EUA não é do interesse dos dois países e não é o que a comunidade internacional espera. “A China permanecerá comprometida com o desenvolvimento pacífico, desenvolvimento aberto e desenvolvimento em que todos ganham, participará e contribuirá para o desenvolvimento global e buscará o desenvolvimento comum com países de todo o mundo”, disse Xi.

O presidente chinês acrescentou que as relações entre as duas nações não devem ser um jogo de soma zero, onde um lado supera ou prospera às custas do outro.

Espaço Publicitáriocnseg

Xi enfatizou que a questão de Taiwan está no centro dos interesses centrais da China. “Qualquer um que pretenda separar Taiwan da China estará violando os interesses fundamentais da nação chinesa”, acrescentou. Joe Biden disse não acreditar que a China tenha planos “iminentes” de invadir Taiwan. O Governo dos EUA está comprometido com a política de uma só China e espera ver paz e estabilidade em todo o Estreito de Taiwan, disse Biden.

“Também ficou claro que os Estados Unidos e a China deveriam poder trabalhar juntos onde pudermos. Resolver os desafios globais exige que cada nação faça sua parte. Discutimos a agressão da Rússia contra a Ucrânia e reafirmamos nossa crença compartilhada de que a ameaça ou o uso de armas nucleares é totalmente inaceitável”, afirmou o norte-americano.

“Apoiamos e esperamos a retomada das negociações de paz entre a Rússia e a Ucrânia. Ao mesmo tempo, esperamos que os Estados Unidos, a Otan e a UE conduzam diálogos abrangentes com a Rússia”, pregou Xi.

Ambos os presidentes consideraram a reunião profunda, franca e construtiva. Eles instruíram suas equipes a acompanhar e implementar prontamente os entendimentos comuns alcançados entre eles e tomar ações concretas para colocar as relações no caminho do desenvolvimento estável. Os dois presidentes concordaram em manter contato regular.

Biden disse que pediria ao secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, que viaje à China para acompanhar suas discussões com Xi e manter as linhas de comunicação abertas.

 

Com Agência Xinhua

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui