Xi e Biden se reunirão nesta quarta nos Estados Unidos

Encontro de Xi e Biden se dará à margem da reunião de líderes da Apec em São Francisco

137
Xi Jinping encontra Joe Biden em Bali (foto de Ju Peng, Xinhua)
Xi Jinping encontra Joe Biden em Bali (foto de Ju Peng, Xinhua)

O presidente chinês, Xi Jinping, se reunirá nesta quarta-feira com o presidente norte-americano, Joe Biden. O encontro entre Xi e Biden tentará amenizar as disputas entre os dois países. Os Estados Unidos impuseram sanções e restrições a empresas chinesas com a alegação de proteção de dados, mas que buscam retomar o protagonismo que os EUA perderam em setores como tecnologia avançada.

Xi deixou Pequim nesta terça-feira. Ele participará da Reunião de Cúpula e da 30ª Reunião de Líderes Econômicos da Apec em São Francisco, Los Angeles, a convite do presidente dos EUA.

A comitiva de Xi inclui Cai Qi, membro do Comitê Permanente do Birô Político do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCC) e diretor do Gabinete Geral do Comitê Central do PCC, e Wang Yi, membro do Birô Político do PCC.


Secretária do Tesouro classifica encontro entre Xi e Biden como ‘caminho correto’

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, disse na segunda-feira que os recentes compromissos entre os EUA e a China levaram os dois lados “ao caminho certo”.

Espaço Publicitáriocnseg

“Gerir de forma responsável a relação econômica EUA-China” tem sido “uma prioridade fundamental”, disse Yellen aos jornalistas em São Francisco, em conferência de imprensa após a conclusão da Reunião dos Ministros das Finanças da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec).

Yellen observou que se encontrou com o vice-primeiro-ministro chinês, He Lifeng, na semana passada, e teve uma “reunião produtiva” com o novo ministro das Finanças da China, Lan Fo’an, esta semana.

“O presidente Biden e eu acreditamos fortemente na promoção dos valores que partilhamos com os nossos aliados e parceiros na Ásia-Pacífico e ao mesmo tempo que procuramos uma relação econômica saudável e estável com a China”, disse o secretário do Tesouro dos EUA dias antes da reunião entre Xi e Biden.

Leia também:
Xi e Biden abrem negociações para evitar nova guerra fria


Países da Apec no centro da economia global

Os países da Apec estão “no centro da economia global e do futuro econômico do nosso mundo”, disse a secretária do Tesouro dos EUA.

“A cooperação entre as economias da Apec também é fundamental para enfrentar os desafios que todos enfrentamos, incluindo a ameaça urgente das alterações climáticas”, disse ela.

A secretária do Tesouro dos EUA também disse aos repórteres que os ministros das Finanças da Apec falaram sobre o risco do conflito israelense-palestino para as perspectivas econômicas globais: “Ainda não vimos muito impacto econômico do que está acontecendo, mas estamos preocupados e consideramos fundamentalmente que não o conflito não se expanda”, disse ela.

Com Agência Xinhua

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui