ZLC em província chinesa atrai bilhões de investimento

A zona de livre comércio (ZLC) na Província de Heilongjiang, no nordeste da China, atraiu 196 projetos com um investimento total de 228,2 bilhões de iuanes (US$ 35,3 bilhões) até o final de 2020, de acordo com o planejador econômico provincial.

Desde a sua inauguração em agosto de 2019, a ZLC de Heilongjiang teve 7.378 empresas estabelecidas em suas três seções, uma na capital provincial de Harbin e outras duas nas cidades de Heihe e Suifenhe na fronteira com a Rússia, até o final de 2020, revelou a comissão provincial de desenvolvimento e reforma.

A ZLC de Heilongjiang tomou uma série de medidas para atrair investimentos, incluindo a promoção do registro online, melhora do ambiente de negócios e redução de custos operacionais para empresas de comércio exterior. O comércio exterior total da província atingiu 153,7 bilhões de yuans em 2020, com as exportações crescendo anualmente 3,2%, para 36,09 bilhões de iuanes.

Acordo

O Ministério do Comércio declarou que o Acordo-Quadro para Facilitação do Comércio Transfronteiriço sem Papel na Ásia e no Pacífico, que entrou em vigor no último domingo (21), vai aumentar ainda mais a facilitação do comércio na China.

O acordo dará vantagem total à China como um mercado ultra grande e proporcionará oportunidades mais amplas para os membros da Ásia-Pacífico, afirmou um funcionário do departamento de comércio internacional e assuntos econômicos do ministério.

Como os membros do acordo são todos de países ao longo do Cinturão e Rota, o desenvolvimento do comércio transfronteiriço sem papel promoverá fortemente a interconexão do comércio da Ásia-Pacífico, disse o funcionário.

Iniciado pela Comissão Econômica e Social das Nações Unidas para a Ásia-Pacífico (ESCAP), trata-se do primeiro acordo multilateral transfronteiriço sem papel sob a estrutura da ONU.

Além da China, quase 30 membros do ESCAP aderiram ao acordo, incluindo Rússia, República da Coreia, Índia e Indonésia. O tratado visa acelerar a implementação de medidas de facilitação do comércio digital para o comércio e o desenvolvimento.

Leia mais:

Mercado prevê queda ainda maior do PIB

Brasileiro foi forçado a buscar mais empréstimo na pandemia

 

Artigos Relacionados

Fundos têm captação líquida positiva de R$ 38,3 bi em fevereiro

Ibovespa teve desempenho negativo de 4,4% no mesmo mês.

Vendas financiadas de veículos sobe um pouco em fevereiro

Vendas a crédito de veículos no mês de fevereiro foram 0,6% maiores do que o mesmo período de 2020, puxadas pela alta de financiamentos...

Governo indica nomes para ocupar Conselho da Petrobras

A Petrobras informou nesta segunda-feira que recebeu ofícios do Ministério de Minas e Energia e do Ministério da Economia com seis indicações para a...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Lula livre. Até quando?

Jurista: Necessidade de proteger Moro e os procuradores da Lava Jato.

Produtividade na indústria cai com menor produção na pandemia

Para 2021, as perspectivas são melhores, em razão do início da vacinação da população.

Demanda por bens industriais cresceu 0,6% em janeiro

Ipea apontou avanço de 6,6% no trimestre móvel encerrado no primeiro mês de 2021.

Aumenta consumo de pornô por público feminino

Relatório de site de entretenimento adulto revela que 39% do acessos são de mulheres.

Abertura de empresas tem alta de 13,4% em novembro

Segundo Serasa, sociedades limitadas impulsionaram índice; comércio teve alta estimulada por Black Friday e festas de fim de ano.